Destaques

Resenha - Admirável Mundo Novo



"Ser banido significa ir pra longe, muito longe. Pra um lugar onde as pessoas foram conscientes demais..."

Sobre o livro
Admirável Mundo Novo é um dos grandes clássicos da literatura distópica, ele é questionador, intrigante e filosófico.
Aldous Huxley nos apresenta um mundo aparentemente perfeito, sem tristezas, sem guerras, sem doenças e sem medo, porém esse mundo aparentemente perfeito é desumanizado. 
Os cidadãos são condicionados desde o seu nascimento para se sentirem felizes e quando algo sai errado eles podem recorrer ao soma, uma droga sem efeitos colaterais que proporciona uma sensação de bem-estar.

Minhas Impressões
Quando comecei a leitura tive dificuldades para me adaptar ao mundo que me era apresentado, tão diferente do nosso, mas acreditem: parecidos! 
Dizer que são parecidos e diferentes parece uma contradição, mas imaginar as castas e as tarefas a cada uma atribuídas me fez lembrar do nosso dia-a-dia, onde "mudar" de posição é extremamente difícil e árduo.

O autor foi um mestre ao "brincar" com a minha perspectiva de cada personagem. Minha opinião e questionamentos foram se modificando a partir de novos fatos, o que me fez ter uma visão mais abrangente dos pontos positivos e negativos dessa sociedade. 
Na minha opinião o ápice da narrativa foi o grande confronto entre o antigo e o novo, o civilizado e o selvagem, ambos com opiniões e argumentos fortes. Foi uma delícia passear pelas páginas do livro como uma espectadora de tão linda discussão.

A aceitação de um mundo totalmente desumanizado é uma tarefa difícil, nós não compreenderíamos e acredito que não conseguiríamos viver em um mundo assim, mas o meu questionamento é: Será que estamos caminhando para essa realidade? Será esse o futuro?
As semelhanças com a nossa sociedade e o nosso avanço tecnológico são assustadoras.

Sem dúvidas Admirável Mundo Novo é uma ficção científica brilhante, ela nos remete ao questionamento social e político.

Se você gosta de literatura distópica não pode deixar de ler "Admirável Mundo Novo".
Trecho do Livro:

"Livraram-se deles. Sim, é bem o modo dos senhores procederem. Livrar-se de tudo o que é desagradável, em vez de aprender a suportá-lo. Se é mais nobre para a alma sofrer os golpes de funda e as flechas da fortuna adversa, ou pegar em armas contra um oceano de desgraças e, fazendo-lhes frente, destruí-las... Mas os senhores não fazem nem uma coisa nem outra. Não sofrem e não enfrentam. Suprimem, simplesmente, as pedras e as flechas. É fácil demais."

****

Ficha técnica
Admirável Mundo Novo
Editora: Globo
Autor: Aldous Huxley
ISBN: 85-250-3347-2
Ano: 1932
Número de páginas: 319 

2 comentários:

  1. Oi, Fran! Eu li "Admirável Mundo Novo" e é verdade, é muito difícil aceitar aquela sociedade, eu acho que poucos autores contemporâneos conseguiram ir tão longe (e tbm tão certo) ao imaginar o que seria do futuro. Mas, não curti muito o final do livro. É por isso que, em matéria de distopia, "1984" vai continuar sendo o meu favorito! rs
    Beijos e parabéns pela resenha!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tici, entre "Admirável Mundo Novo" e "1984" eu também fico com 1984. Os dois são brilhantes, mas "1984" me conquistou um pouco mais ;)

      bjs

      Excluir

Litera Cult | Blog Literário © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.