5 séries de livros nacionais que vale a pena conhecer


Olá leitores vorazes! 
Hoje tem mais uma dica para vocês, fiz um top 5 com séries de livros nacionais.

Tem vários projetos pela blogosfera voltados para a leitura de livros nacionais, e eu super apoio essa iniciativa!

Eu sempre gostei muito dos nacionais, principalmente os clássicos, que foram meus primeiros companheiros. Apesar de eu gostar dos clássicos, acredito que a leitura "forçada" deles na escola contribui para um preconceito com nossos "brazucas", por esse motivo fiz o top 5 com livros contemporâneos.

Escolhi cada um deles com carinho, espero que gostem.

1. Simplesmente Ana, da Marina Carvalho


Livro 1 - Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha…
Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex.

Livro 2 - Ana decidiu viver permanentemente na Krósvia, e tudo está às mil maravilhas. Além do namoro cada vez mais sério com Alexander, ela tem um emprego fixo na embaixada brasileira e dedica parte de seu tempo às meninas do Lar Irmã Celeste.
Mesmo cumprindo tantos compromissos sociais como princesa, Ana nunca foi tão feliz. Porém, de uma hora para outra, tudo muda. Seu pai, o rei Andrej Markov, sofre um grave acidente e vai parar na UTI. Não resta alternativa: Ana vai ter que assumir o trono da Krósvia e governar a nação.

Livro 3Elena, filha da princesa Ana — a brasileira que se tornou herdeira do trono da Krósvia —, já não é mais a menininha apaixonada pelo primo Luka, com quem deu o primeiro beijo aos 13 anos. Cresceu, namorou, viajou o mundo. Mas uma notícia surpreendente a faz voltar para casa... justamente quando obrigações familiares também exigem a presença de Luka.


2. Não Pare!, da FML Pepper


Livro 1 - Quando Stela decide ficar em Nova York, Nina acredita que seu sonho de ter uma vida normal vai se tornar realidade. Finalmente terminará o ano letivo em um mesmo colégio, poderá fazer amigos sem ter que abandoná-los em seguida, viver um grande amor, amadurecer, criar raízes... Enfim, curtir a juventude.
Mas o “normal” está muito longe da vida de Nina!
Perdida no olho de um furacão de mortes e inexplicáveis acidentes, tendo que esconder os terríveis fatos da mãe paranoica, Nina começa a desconfiar da própria sanidade mental, de tudo e de todos.
O que explicaria os paralisantes calafrios, a perda de visão e de memória que experimentava sempre que alguém morria ao seu redor?
O que ela teria a ver com os bizarros e sobrenaturais acontecimentos?
Estariam eles interligados?
Seria a Morte sua companheira para toda a vida?
É chegada a hora da verdade.

Livro 2 - Zyrk pode estar com as horas contadas: a híbrida acabou de cruzar o portal e o frágil equilíbrio entre os quatro clãs encontra-se definitivamente ameaçado. Há milênios forças ocultas espreitam, aguardando apenas o momento de emergir das sombras e mostrar seu poder.
Fugir e sobreviver. Aceitar e lutar. Há muitos caminhos, mas qual deles seguir se a Morte possui várias faces?
Nina acorda entre a vida e a morte na terceira dimensão, levada para a sombria Thron. Richard, o nada confiável resgatador de apaixonantes olhos azul-turquesa, luta contra sua própria natureza. Cruel e sanguinário, Rick está confuso e cada vez mais cercado por seus inimigos.

Livro 3 - Vida. Morte. O que há entre elas? Antes delas? Depois delas?
Como distinguir a linha tênue entre dois universos tão distintos e intimamente ligados?
Como não sucumbir ao desejo que lhe drena a vida?
Como aceitar que existe morte em vida e vida na morte?
O que fazer quando a morte é a centelha que pulsa na vida embebida de escuridão?
Que caminho tomar quando o perigo é real?
A bússola da existência gira e aponta: o medo é uma opção, a vida, uma batalha, a morte, uma bênção.


3. Não Se Apega, Não - Isabela Freitas


Livro 1Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.

Livro 2Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como 'A Garota em Preto e Branco'. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe...

4. Minha Vida Fora de Série, Paula Pimenta


Livro 1Mudar de cidade sempre é difícil, mas fazer isso na adolescência é algo que deveria ser proibido. Como começar de novo em um lugar onde todos já se conhecem, onde os grupos já estão formados, onde ninguém sabe quem você é? A princípio, Priscila não gosta da ideia, mas aos poucos percebe que pode usar isso a seu favor, tendo a chance de ser alguém diferente. Mas será que o papel escolhido é aquele que ela realmente quer representar? Aos poucos, Priscila percebe que o que importa não é o lugar, e sim as pessoas que vivem nele. E que, além da nova cidade, há algo mais importante para se conhecer: ela mesma.

Livro 2 - Na 2ª temporada de "Minha vida fora de série", Priscila agora está com 16 anos e começa a lidar com questões mais sérias da adolescência: a proximidade do vestibular e, com ele, todos os receios desta fase; amizades que parecem sólidas e que de repente se perdem; o aprendizado de que um namoro tem de ser constantemente cuidado para não se desgastar. Ela também descobre que atos sem pensar, que parecem estar esquecidos no passado, podem marcar irreversivelmente o presente. Nossos queridos personagens - já conhecidos pela série "Fazendo meu filme" estão de volta, para não deixar ninguém com saudade.

Livro 3Dois anos se passaram desde a 2ª temporada de Minha vida fora de série. Priscila, agora com 19 anos, percebe que tem que deixar a adolescência para trás e começar a lidar com as responsabilidades da vida adulta: o namoro com Rodrigo, cada vez mais sério; o início da faculdade, que ela ainda tem dúvidas se escolheu a certa; as novidades na família, que mais uma vez transformam seu cotidiano. Mas, como nos seriados que tanto ama, ela também vai passar por muitas reviravoltas e confusões, e descobrir que alguns acontecimentos de episódios passados podem afetar os atuais.


5. Dragões de Éter, Raphael Draccon


Livro 1Nova Ether é um mundo protegido por poderosos avatares em forma de fadas-amazonas. Um dia, porém, cansadas das falhas dos seres racionais, algumas delas se voltam contra as antigas raças. E assim nasce a Era Antiga. Essa influência e esse temor sobre a humanidade só têm fim quando Primo Branford, o filho de um moleiro, reúne o que são hoje os heróis mais conhecidos do mundo e lidera a histórica e violenta Caçada de Bruxas. Primo Branford é hoje o Rei de Arzallum, e por 20 anos saboreia, satisfeito, a Paz. Nos últimos anos, entretanto, coisas estranhas começam a acontecer... Uma menina vê a própria avó ser devorada por um lobo marcado com magia negra. Dois irmãos comem estilhaços de vidro como se fossem passas silvestres e bebem água barrenta como se fosse suco, envolvidos pela magia escura de uma antiga bruxa canibal. O navio do mercenário mais sanguinário do mundo, o mesmo que acreditavam já estar morto e esquecido, retorna dos mares com um obscuro e ainda pior sucessor. E duas sociedades criminosas entram em guerra, dando início a uma intriga que irá mexer em profundos e tristes mistérios da família real. E mudará o mundo.

Livro 2Após duas décadas preso e prestes a completar 40 anos, um ex-prisioneiro reconhecido mundialmente pelas ideias de rebeldia e divisão justa dos bens roubados de ricos entre pobres é libertado, desenterrando velhas feridas, ressentimentos entre monarcas e canções de guerra perigosas. O último príncipe de Arzallum resgata sombrios segredos familiares e enfrenta o torneio de pugilismo mais famoso do mundo, despertando na jornada poderosas forças malignas e benignas além de seu controle e compreensão.
E a tecnologia do Oriente chega de maneira devastadora ao Grande Paço, dando início a um processo que irá unir magia e ciência, modificando todo o conhecimento científico que o Ocidente imaginava possuir.
E o mundo mudará. Mais uma vez.

Livro 3Uma sociedade secreta renascida com um exército de órfãos resolve seguir em frente em um plano com tudo para dar errado em busca do maior tesouro já enterrado, sem saber o quanto isso pode mudar a humanidade. O último príncipe de Arzallum viaja para um casamento forçado em uma terra que ele nem mesmo sabe se é possível existir, disposto a realizar um feito que ele não sabe se é possível realizar. Uma adolescente desperta em iniciações espirituais descobre-se uma mediadora com forças além do imaginário. E um menino de cinco anos escala uma maldita árvore que o leva aos Reinos Superiores, ferindo tratados políticos, e dando início à Primeira Guerra Mundial de Nova Ether.

Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

13 comentários :

  1. "Simplesmente Ana" sempre me chamou atenção pela capa, parece ser uma ótima história.
    "Minha vida fora de série" é ótimo ("Fazendo meu filme" é da mesma autora e é uma das minhas séries preferidas, recomendo mil vezes!)
    Adorei o post, obrigada pelas dicas!

    estantedorefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi Amanda!
      Ainda não li Fazendo meu filme, mas quem já leu faz ótimas recomendações!
      Preciso ler =D

      Abs

      Excluir
  2. Oi Francine, tudo bem?
    Dessas séries que você falou, já li inteira a da Marina Carvalho e comecei a ler a da Paula Pimenta - li o primeiro livro e amei!
    Quero muito ler FML Pepper e Isabela Freitas.
    Beijos ♥
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos que leram falaram bem, preciso ler esse livro!
      Abs

      Excluir
  3. Dragões do Éter eu já tenho, mas ainda não tive tempo de ler. Espero poder conferir em breve.
    Ótima seleção.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  4. Já estava curiosa pra ler alguns desses livros, afinal, nunca li nenhum livro desses autores atuais brasileiros. Enfim, Simplesmente Ana eu já tenho e comecei a ler as primeiras páginas e parei pra ler outro livro, hahaha, mas espero terminar. O clima de Simplesmente é bem legalzinho. E sobre os livros do Rafael: CAPAS LINDAS E QUERO LER FORTE, já ouvi falarem MUITO bem desse autor e só estou esperando a oportunidade.
    Ótimo post! Beijinhos do Ah, Dindi. <<33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li Simplesmente Ana e gostei, ele é leve e descontraído.
      Dragões de Éter ainda não li, acredita? E olha que eu amo literatura fantástica! Também estou esperando oportunidade, hehe

      Abraços ^^

      Excluir
  5. Eu tive por muito tempo um certo preconceito com a literatura nacional, mas depois que eu li A batalha do apocalipse, eu consegui desfazer esse preconceito. Gosto de literatura nacional, mas acho que você deve ler por que se interessa pelo livro, pelo tema, ou sei lá, pela capa, não simplesmente por que é nacional. Apoio a literatura como um todo, independente de que país veio.

    http://sobremimemeumundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana!
      Concordo com você. Não adianta ler um nacional, apenas por ser nacional. Precisa ser um livro que tenha um gênero de que gostamos. Eu não gosto de biografias e nem de auto-ajuda, então fico longe deles, sendo nacional ou não.

      Hoje em dia o preconceito com os nacionais está acabando, pois tem livro para todos os gostos!

      Abs e obrigada pela visita ^^

      Excluir
  6. Olá Francine, Tudo bem?
    Que bom que você , assim como eu, gosta dos nossos livros nacionais, tanto dos clássicos como dos contemporâneos. Sempre tive vontade de ler Paula Pimenta, dizem que é bem legal. Mas, nessa lista que você fez, a melhor série é sem dúvida "Dragões de Éter", nunca li os livros, me culpo muito por isso, mas sei que são sensacionais.
    Abraços, Jean.
    sorcerersreaders.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jean!
      Concordo com você.
      Ah... eu preciso, fazer uma meta de leitura de livros nacionais e entrar de cabeça!
      Quem sabe em ...
      Abs

      Excluir