Book Haul Dark | É melhor trancar a porta...


O carteiro chegou!

Esse mês os livros estão de dar medo, ta nem tanto assim... Finalmente eu tenho o meu exemplar de O Demonologista e não podia faltar uma literatura fantástica, por isso O Ciclo da Trevas.
E por fim A Menina Mais Fria de Coldtown, eu não sei o que esperar desse livro. Li algumas resenhas positivas, mas não vou criar expectativas.

Apesar da minha enooorme lista de leitura, irei ler esses livros em breve, pois quero fazer um especial... aguardem!

Eu iria fazer esse book haul em vídeo, mas a minha câmera bugou, eu dei um jeitinho e tirei umas fotos procês pelo celular.



"A maior astúcia do Diabo é nos convencer de que ele não existe", escreveu o poeta francês Charles Baudelaire. Já a grande astúcia de Andrew Pyper, autor de O Demonologista (DarkSide® Books, 2015), é fazer até o mais cético dos leitores duvidar de suas certezas. E, se possível, evitar caminhos mal-iluminados.

O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo - principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.

Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.

Este é um daqueles livros que você não consegue largar até acabar a última página, ainda que vá precisar de muita coragem para seguir em frente. O Demonologista ganhou o Prêmio de Melhor Romance do International Thriller Writers Award (2014), concorrendo com autores como Stephen King. Entrou em diversas listas de melhores livros de 2013, foi finalista do Shirley Jackson Award (2013) e do Sunburst Award (2014), chegou ao topo da lista dos mais vendidos do jornal canadense Globe and Mail e foi publicado em mais de uma dezena de países.

****


No mundo de Tana existem cidades rodeadas por muros são as Coldtowns. Nelas, monstros que vivem no isolamento e seres humanos ocupam o mesmo espaço, em um decadente e sangrento embate entre predadores e presas. Depois que você ultrapassa os portões de uma Coldtown, nunca mais consegue sair.

Em uma manhã, depois de uma festa banal, Tana acorda rodeada por cadáveres. Os outros sobreviventes do massacre são o seu insuportavelmente doce ex-namorado que foi infectado e que, portanto, representa uma ameaça e um rapaz misterioso que carrega um segredo terrível. Atormentada e determinada, Tana entra em uma corrida contra o relógio para salvar o seu pequeno grupo com o único recurso que ela conhece: atravessando o coração perverso e luxuoso da própria Coldtown.

A Menina Mais Fria de Coldtown, da aclamada Holly Black, é uma história única sobre fúria e vingança, culpa e horror, amor e ódio.

****


Ao cair da noite, eles surgem por todos os lados, famintos por carne humana, demônios de areia, de vento e até de pedra, conhecidos como terraítas. Depois de séculos, a humanidade definhou e se tornou refém da escuridão. Arlen, Leesha e Rojer, jovens sobreviventes, atrevem-se a lutar e encarar as trevas. O jovem Arlen recebe os ensinamentos de um mensageiro e descobre que o medo, mais que os demônios, é o mal a ser combatido. Leesha tem a vida destruída por uma simples mentira e se torna ajudante de uma velha e misteriosa ervanária. E o destino de Rojer muda para sempre quando um menestrel chega à sua vila com uma rabeca. Juntos, eles podem oferecer ao mundo uma última, e fugaz, chance de sobrevivência.

O impressionante universo criado por Peter V. Brett - que, assim como muitos de nós, foi educado com uma rígida dieta de romances fantásticos, HQs e Dungeons & Dragons - cativa e emociona o leitor, nos tornando parceiros e reféns de seu mundo e personagens. Peter constrói uma bela metáfora sobre o medo e como precisamos confrontá-lo todos os dias.

Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

10 comentários :

  1. Olá Francine,
    Que BookHaul mais lindo *-*
    Estou louca de vontade de ler/ter O Demonologista, essa edição é linda!
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É linda mesmo, não vejo a hora de começar a ler =D
      Bjsc

      Excluir
  2. O Demonologista e A Menina Mais Fria de Coldtown tb estão na minha lista interminável.
    Boas leituras!
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tatiana, também não li os livros, justamente por causa das listas que só aumentam rs

      Abs ^^

      Excluir
  3. Quero muito ler O Demonologista e A Menina Mais Fria de Coldtown.
    O Ciclo das Trevas parece ser interessante.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que minha irmã está lendo o ciclo das trevas antes de mim? Agora eu tenho que esperar rs
      A premissa dele é bem interessante mesmo.
      Abs

      Excluir
  4. Oi Francine!
    Quantos livros <333 Tenho muita vontade de ler A Menina mais fria de Coldtown, sempre achei o enredo muito interessante. Aguardo sua resenha. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniela, assim que eu ler posto resenha!
      Beijos

      Excluir
  5. Muito Dark mesmo esse Book Haul haha
    Eu nunca leio esses livros de terror kk, sou medrosa, mas vou aguardar tuas resenhas, quem sabe não me interesso mais?!
    Adorei as capas, essa de A Menina mais fria de Coldtown é muito linda.

    Beijos
    www.colecionandoprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ellem, eu amo livros de terror rs, mas te entendo. Quando não gostamos de um gênero literário, não adianta insistir rs
      Abraços e obrigada pela visita

      Excluir