Resenha | Ligeiramente Casados, Mary Balogh

Resenha | Ligeiramente Casados. Mary Balogh


"Existe algo infinitamente melhor do que felizes para sempre. Há a felicidade. Que é algo vivo, dinâmico e tem que ser cuidada a cada momento pelo resto de nossas vidas. É uma perspectiva muito mais empolgante do que a ideia tola e estática de um felizes para sempre. Não concorda?"


Sobre o livro
O livro começa com a morte do capitão Percival Morris.
O coronel Aidan promete, para o moribundo, dar a triste notícia em pessoa para sua irmã e protegê-la a todo custo.
Para cumprir a promessa ele pega uma licença e parte rumo a casa da família Morris.


Ele é recebido por Eve Morris, irmã do coronel Percival Morris, e cumpre sua promessa dando a notícia. Ele se oferece para ajudá-la em qualquer coisa, pois desconfia que o pedido do seu amigo de ajudá-la a qualquer custo tem algo de estranho.

Assim como havia desconfiado, Eve Morris está em apuros e precisa se casar em poucos dias para manter seus bens.
Para cumprir a promessa, o coronel, se casa com Eve Morris, eles decidem ter um casamento de conveniência, porém a família do Lorde Aidan não aceita esse tipo de casamento e os dois são obrigados a conviver como um verdadeiro casal.


Minhas Impressões

Esse livro foi o segundo de uma meta de leitura de romances épicos, o primeiro livro foi decepcionante. Eu me senti lendo um livro de banca de jornal com protagonistas LOUCOOOOS de desejo, quase desisti da meta, mas os deuses dos livros são bons e me deram forças para continuar. Isso foi maravilhoso, pois conheci Ligeiramente Casados.

A obra narra a adaptação de duas pessoas que, por uma brincadeira má do destino, precisam conviver como íntimos. Os personagens precisam lidar com os defeitos um do outro e a admirar as qualidades. O maior agravante é a personalidade, pois enquanto Aindan é metódico e frio, Eve é calorosa e amorosa.

A autora soube transmitir sentimentos reais, fugiu do clichê e me cativou.
Recomendo a obra para quem gosta do gênero ou para quem, assim como eu, está querendo sair da sua "zona de conforto" lendo romances épicos.

****
Ficha técnica
Livro: Ligeiramente Casados
Autor: Mary Balogh
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

2 comentários :

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro, mas ainda não cheguei lá. hahaha

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei bastante da leitura, espero que você goste também ;)
      Abs

      Excluir