A lenda da gangue do palhaço

 

Em meados dos anos 90 uma história assombrou a grande São Paulo. Por ocasião do lançamento de uma série especial no jornal Notícias Populares chamada "os Crimes que abalaram o Mundo".

Foi apresentado o caso de um Palhaço norte americano que na década de 60 assassinava crianças. A partir daí surgiu a história de que uma gangue de palhaços (que às vezes tinham também uma bailarina entre eles) que atuava na cidade de Osasco e estaria roubando crianças para vender seus órgãos para o mercado negro. 



Aos poucos a história percorreu toda a grande São Paulo e ganhava tons cada vez mais verídicos, agora a gangue rondava os grandes centros numa Kombi azul, parando nas praças onde apresentavam seu show; no meio da bagunça eles raptavam as crianças e fugiam. A história se espalhou por todo o Brasil e chegou ao ponto de ter pessoas que juravam ter visto reportagem no famoso telejornal "AQUI AGORA". O boato foi tão forte que o Notícias Populares  chegou a dar algumas capas para a "gangue dos Palhaços", uma escola (nome desconhecido), em Mauá chegou a ser "atacada" pelos diabólicos palhaços. Todos sabiam de alguém que conhecia a vítima, mas ninguém conhecia a própria vítima. Apenas um boato, ou a gangue realmente atacava?


Banda 'The Lee Bats' deu origem à lenda
Até hoje nenhum dos integrantes foi identificado ou preso e a real existência da quadrilha ainda é incerta. Uma outra versão diz que não era uma gangue, apenas um único palhaço que raptava as crianças com o intuito unicamente de matar, como um serial killer. 



Porém a lenda da Gangue dos Palhaços é mais antiga tendo origem nos anos 80, mais especificamente nos shows que uma banda de Rock brasileira chamada The Lee Bats fazia em São Paulo, eles chegavam em uma Kombi azul fantasiados de palhaços diversos( Clown, Arlequim, Pierrot, etc..) e sempre usavam fantasias e nunca mostravam os rostos, ninguém soube até hoje a real identidade da banda que se apresentava com pseudônimos e foi aí que começou os boatos de que eles eram criminosos foragidos, outros boatos diziam que a seita satânica que pertenciam não os deixavam revelar suas identidades. Até que esses boatos foram evoluindo para a lenda da Gangue dos Palhaços que conhecemos hoje.


 Confira uma das músicas da misteriosa banda:


fonte/créditos: clube brasileiro de trens fantasmas
Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

4 comentários :

  1. É com esse post que faz com que meu medo de palhaço seja válido.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha eu tenho um pouco de receio, mas não chega a ser medo. Tem histórias reais sobre palhaços, eu vi uma no ID de um palhaço que sequestrava garotinhos e matava... totalmente macabro.
      Abs

      Excluir
  2. Na verdade era uma banda, que por sinal fazia uma psicodelia da boa!

    ResponderExcluir