Melhores e Piores livros de 2015




Heyyy pessoas! Como está o ano novo de vocês? O meu está bem corrido, dá pra perceber pela minha ausência nos últimos dias, né?
Como eu não consigo ficar muito tempo longe, mesmo com toda a falta de tempo, preparei esse post para vocês: Os melhores e piores livros de 2015, segundo yo. 



Melhor série | O Guia do Mochileiro das Galáxias, Douglas Adams

sou suspeita para falar dessa série, pois não tenho uma queda, tenho um tombo por ficção científica! Mas... não podia deixar de dar esse "troféu" ao Guia do Mochileiro das Galáxias. O livro é irônico, inteligente e muito, mas muito engraçado. O humor ácido do Douglas Adams é conquistador e mesmo quem não entende muito de ciência pode apreciar tudo o que leitura oferece.
Recomendo esse livro para todos e com certeza essa foi a melhor série lida em 2015.


Melhor livro YA (jovem adulto) | Jogos Vorazes, Suzanne Colins

Eu amo distopias, principalmente as clássicas. Li poucas YA, mas das que li a que mais me agradou foi Jogos Vorazes. Mesmo tendo alguns pontos negativos, que estão descritos na resenha, esses pontos não tiraram o brilho da obra. Portanto dos livros jovem adulto que li em 2015, Jogos vorazes foi sem sombra de dúvidas, o melhor!

Pior Livro | Convergente, Veronica Roth
Quando comecei ler a série Divergente, me surpreendi com a obra. Gostei da forma como abordaram um sistema totalitarista, mas sinto que a autora se perdeu na sequência da trilogia, isso ficou mais evidente no último livro. O que mais me desagradou foi a falta de personalidade do Quatro quanto personagem narrador. Parecia que ele era a Tris e isso ocorreu por causa da autora. Por esse e outros motivos, descritos na resenha, Convergente foi o pior livro que eu li em 2015.


Melhor Sci-Fi | Duna, Frank Herbert

Duna não podia faltar entre os melhores livros de 2015. Eu ainda não me perdoei por ter demorado tanto tempo para ler esse livro, mesmo com todas as indicações de um querido amigo.
Esse livro é um clássico da ficção científica e não é por menos. Frank Herbert foi um gênio ao descrever um universo tão diferente do nosso e ao mesmo tempo tão parecido. As intrigas tratadas são assustadoramente atuais e a tecnologia descrita na época da escrita da obra é genial e muito a frente do seu tempo.
Enfim, se você gosta de ficção científica leia Duna!


Melhor clássico da literatura universal | Orgulho e Preconceito, Jane Austen

Ah... Darcy! Esse livro não podia ficar de fora e não é só por causa do Darcy, é por causa das questões sociais de época abordadas e por causa dos conflitos psicológicos genialmente descritos pela autora.
Orgulho e Preconceito é muito mais que um romance de época e por isso eu o considero leitura obrigatória.



Melhor livro nacional | O Mago de Camelot, Marcelo Hipólito

Esse livro foi uma surpresa muito boa. Eu sou apaixonada pela lenda do Rei Artur e não esperava que um livro que abordasse a história na perspectiva do Merlin fosse tão bom. Ele é bem escrito e consegue, ao mesmo tempo, ser surpreendente mantendo todos os aspectos da lenda do Rei Artur.
Esse livro além de ser o melhor livro nacional que eu li em 2015 é a melhor surpresa da minha vida de leitora.


Um livro que todo mundo gostou, mas... | O Duque e Eu, Julia Quinn

Talvez eu tenha me decepcionado com esse livro por causa das altas expectativas criadas. Vi tantas resenhas extremamente positivas que acreditava que a obra fosse no mínimo boa, mas não foi.
Na minha nem tão distante adolescência li uma infinidade de romances de banca de jornal e ao ler o Duque e Eu voltei para essa época. Eu gostava desses romances, mas se eu fosse fazer uma lista do melhor para o pior, O Duque e Eu iria ficar nas últimas posições e digo isso pensando na minha impressão com 12 anos de idade. Por isso essa obra foi a mais decepcionante de 2015.


Bom, é isso pessoal! Espero que vocês tenham lido apenas livros excelentes em 2015, o meu ano não foi ruim, pois tive poucas decepções.

Que todos os leitores tenham um ótimo ano e que venham muitas leituras por aí...

Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

6 comentários :

  1. Oi, Francine!
    Realmente Convergente deixa um pouco a desejar...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heyyy Luiza! Convergente foi bem decepcionante para mim, por esse motivo nem li os lançamentos posteriores da autora, quem sabe eu dê uma segunda chance para ela algum dia...
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Francine!!! Parabéns, o blog tá lindo!
    Adoro essas retrospectivas hahahaha Jogos Vorazes foi uma grata surpresa, amei a trilogia e acho um abuso os produtores da franquia no cinema insistirem em fazer mais filmes, quando a Suzanne já disse que não vai escrever mais sobre esse universo. Quanto à Convergente, não li os livros dessa saga e não tenho vontade, mas li Quatro, que é tipo um spin-off narrando alguns episódios pelo próprio Quatro e gostei, mas ainda assim não quero ler a saga huahuahuuahuha. E todo mundo fala da Julia Quinn, mas tenho o pé atrás, já me decepcionei com Colleen Hoover rsrsrs, principalmente por compararem a escrita dela à de Jane Austen... Por favor, né? E Orgulho e Preconceito é um dos melhores da vida, sou fã nível fã-clube da Jane (deu pra perceber né hahaha).
    Beijo, beijo.
    www.ameninaquenaoparadeler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gostei de jogos vorazes e acho que as adaptações devem parar junto com o livro. Espero =D
      Obg pela visita
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Francine, tudo bem?
    Também achei Convergente bem decepcionante. Os dois primeiros livros são sensacionais,mas o terceiro foi um porre. Esperava muito mais dele. Ao meu ver a autora só pretendia fazer a protagonista morrer ao escrever este livro.
    Adoro Jogos Vorazes, uma trilogia muito legal, e ainda é distopia. Tudo de bom!
    Abraços, Jean.
    sorcerersreaders.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heyyy Jean!!! Tudo bem?
      Realmente, convergente foi decepcionante =(
      Jogos vorazes foi muito bom! Beijos e feliz ano novo =D

      Excluir