Conheça 4 Projetos culturais incríveis para os leitores de Sampa


Olá leitores, hoje vou trazer algumas dicas para leitores de Sampa. Existem projetos culturais incríveis na cidade que nunca dorme. Eu, como leitora de Sampa, uso e abuso de alguns e vou deixar uma lista dos principais projetos para vocês usarem e abusarem também.

1. ESPAÇO TROCA DE LIVROS
A Casa das Rosas faz parte do Projeto BookCrossing, e é a primeira com um espaço totalmente dedicado à literatura. Os amantes de livros têm à disposição um local para deixar seus livros e escolher outra obra para ler.
Morar em Sampa não é o máximo? Eu achei esse projeto incrível! Eu tenho muitos livros parados na estante e maioria deles precisam ser trocados, afinal, uma leitura nova é sempre bem-vinda e estou vivendo a lei do desapego literário.

E para quem quiser conferir, o Espaço Troca de Livros apresenta, inicialmente, cerca de 200 exemplares da literatura brasileira, principalmente os de poesia.


2. LIVROS NA FAIXA
Pensando em incentivar o hábito da leitura foi criado, em terminais de São Paulo,  o projeto Livro na Faixa.
O projeto está em doze terminais municipais e dentro de cada terminal está instalada uma estante, facilmente identificável com os logos do projeto e que comporta mais de 150 exemplares, a fim de estimular a leitura dos passageiros que circulam por esses locais.
O projeto funciona da seguinte maneira: o usuário que tiver interesse por algum livro, pode pegar o exemplar e levá-lo  para casa, gratuitamente, sem necessidade de registro ou cadastro. Após o término da leitura, o livro deve ser devolvido em qualquer terminal participante.

Eu comecei a participar desse projeto no ano passado. Vi uma estante em um terminal que eu passava todo dia e pronto! Já estava pegando livros e deixando livros. Apesar do projeto ser maravilhoso, eu percebi algo bem chato: a estante foi ficando completamente vazia por meses. Motivo? Muitos leitores pegavam os livros e não devolviam e isso não é legal, pois a proposta do projeto "Livro na faixa" é outra.
No mais eu uso e abuso dessa estante, de forma consciente, é claro!

3. MÁQUINAS DE LIVROS NO METRÔ
Seguindo o exemplo das máquinas automáticas do Japão, o Metrô de São Paulo abriga as Máquinas Automáticas de Livros que são administradas pela empresa 24x7 Cultural.
Através da campanha "Pague quanto acha que vale", você pode adquirir livros utilizando uma cédula de no mínimo dois reais.
São diversos títulos e para todos os públicos. As máquinas estão distribuídas em diversas estações das linhas do metrô de São Paulo.

Quem é morador de sampa e nunca "topou" com essa máquina? Eu encontrava ela todos os dias na estação da Sé. Fui muito feliz enquanto durou, pois a estação era caminho para a faculdade e hoje não passo por lá diariamente. Mas... para quem tem o costume de pegar o metrô na Sé, essa é uma ótima dica, pois você pode adquirir ótimos livros por um preço bem legal. Quer melhor que isso?

4. VÓRTICE FANTÁSTICO (clube do livro para quem gosta de ficção científica)
E por último, um projeto que vai além de Sampa, é o Vórtice Fantástico. Esse projeto agrega clubes do livro de ficção científica e fantasia.
Para se inscrever e conhecer melhor o projeto clique aqui.
Consulte as cidades participantes aqui.

E já me inscrevi para participar desse projeto, estou esperando ansiosamente por uma vaga. Sempre quis fazer parte de um clube do livro, mas nunca encontrei um e nem consegui formar no meu bairro, escola ou faculdade.
Agora que fui apresentada ao vórtice fantástico, espero não ter mais essa frustração e discutir muitos livros pessoalmente, com um sabor a mais, pois o vórtice, além de ser um clube do livro, é totalmente dedicado à literatura fantástica!!! Ai meu coração... rs



É isso pessoal, espero que tenham gostado das dicas e boas leituras!!!
Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

6 comentários :

  1. Super legais essas dicas! Moro em uma cidade vizinha à São Paulo, e nessa região não tem projetos voltados à literatura. Mas, leitor sempre dá um jeitinho rsrs.
    Beijo, beijo
    http://ameninaquenaoparadeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Regiane, leitor sempre dá um jeito! Eu quero criar um clube do livro, mas vou deixar para depois...
      Abraços ^^

      Excluir
  2. Olá, Francine.
    Também moro em SP e fico muito contente com o tanto de acesso que nós temos aos livros.
    Dos que você listou, eu achei o "Livros na faixa" uma ideia incrível e já vai em alguns terminais de ônibus. Também sempre compro nas máquinas que ficam no metrô.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sim somos privilegiados pelo acesso aos projetos culturais.
      As máquinas são uma delícia né? Sempre que vejo uma, dou uma olhada e, na maioria das vezes, compro um livro! rs
      Abraços ^^

      Excluir
  3. Oii.. É sempre bom saber que existem lugares com essas ideias maravilhosas no Brasil. Infelizmente no nosso país a leitura não é uma prática comum e esses projetos são escassos. Gostaria muito de um "Livros na Faixa" na minha cidade, por exemplo. Mas sempre tem aquele velho problema do "vandalismo" onde as pessoas pegam e não devolvem. :/
    Adorei o post e as ideias.
    Bjoos...
    Ah, to seguindo o blog! <3
    http://curaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente temos esses problemas, mas acredito que com a conscientização podemos mudar, devagar, mas podemos.
      Abs e to seguindo o seu também ;)

      Excluir