Destaques

Resenha Madame Bovary, Gustave Flaubert

Resenha Madame Bovary. Gustave Flaubert  


"Ela, porém, fremia de desejos, de raiva, de ódio. Aquele vestido de pregas simples escondia um coração revoltado, e aqueles lábios tão pudicos nada revelavam do seu íntimo tormento."

Sobre o livro
Madame Bovary é um romance realista escrito em 1857 pelo francês Gustave Flaubert. A obra é considerada um clássico da literatura e foi duramente criticada na época de seu lançamento. O livro causou tanta indignação nos puritanos da época que Flaubert foi processado pela Sexta Corte Correcional do Tribunal de Sena por ofensas à moral pública e à religião. Obviamente, o autor foi absolvido das acusações.

A obra começa narrando a infância de Charles Bovary, um garoto tímido. Apesar da história começar e terminar com Charles, o livro gira em torno de Emma Bovary e seus dilemas.
Emma cresceu como a maioria das moças de sua época: lendo livros e folhetins com romances tórridos e finais felizes. Emma quer viver todas as emoções das protagonistas de seus romances e acredita que será possível através do casamento. Então ela se casa com Charles Bovary e, naturalmente se decepciona, pois não encontra a felicidade descrita nos livros. Apesar de tudo, Emma não aceita sua condição e a vida pacata ao lado de Charles e busca essa ilusória felicidade nos braços de seus amantes.

Minhas Impressões
Comecei a leitura desse livro com um misto de empolgação e apreensão. Eu sabia que a leitura seria difícil, mas queria saber o que esse livro tinha de tão extraordinário para ser considerado um clássico. E o que o livro tinha de tão infame para ser processado na época de seu lançamento. Eu li e descobri as respostas para essas perguntas e um pouco mais.

A protagonista do livro é uma mulher adúltera que foi iludida por romances bobos com moças virtuosas, cavalheiros românticos e heroicos.
Charles Bovary, o marido enganado, é uma pessoa insegura e sem atrativos, o oposto da figura masculina romântica de Emma.
Em busca da felicidade, ela não se preocupa com seu esposo e sua filha, eles representam a sua vida infeliz e ela os culpa por todas as suas frustrações. Ela é egoísta e irresponsável, enquanto Charles é insípido e estúpido. Todos os personagens criados por Flaubert são assustadoramente reais, o padre, o farmacêutico, o "Dom Juan"... todos possuem suas qualidades, seus defeitos e suas hipocrisias. É estranho dizer isso, mas o personagem mais insípido da obra, talvez seja o mais nobre. A "nobreza" de Charles Bovary não o torna um personagem querido, sua insignificância é tanta que mesmo começando e terminando o livro, ele é um mero coadjuvante que não temos a menor empatia. Pelo menos, eu não tive.

Emma Bovary, apesar de ser uma protagonista egoísta e mimada, se liberta das amarras da sociedade e do papel que lhe foi imposto. De um jeito torto ela persegue seus sonhos e desejos. Isso fez com que eu sentisse admiração pela personagem, pois se emancipar do papel imposto à mulher em uma sociedade puritana requer CORAGEM.

Madame Bovary é um livro sobre a hipocrisia e a estupidez humana, não por tratar de adultério, mas por mostrar como somos, agimos e esperamos das outras pessoas.

 PREÇOS |  ADICONE NO SKOOB

Edição: 6,5 | Narrativa: 10,0 | Desenvolvimento: 9,9 | Trama: 10,0
 NOTA: 9,1/10,0

*****
Ficha técnica
Livro: Madame Bovary
Autor: Gustave Flaubert
Páginas: 360

4 comentários:

  1. Esse livro está na minha lista de desejados e o que mata é o preço, pois quero justamente essa edição maravilhosa aí da foto, e quarenta reais pesam muito hahahaha. Meu interesse nele foi justamente a polêmica que o cerca. Espero ler em breve :)


    Conhece o nosso blog? Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de nossos amigos blogueiros :D
    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É um pouco caro mesmo, eu compro pouquíssimos livros com esse valor.
      A leitura é um pouco difícil, pois o autor mergulha nos sentimentos dos protagonistas, no caso DA PROTAGONISTA. Acredito que você irá gostar.
      Abs

      Excluir
  2. Ah, e preciso dizer que adorei o seu blog. Estou seguindo no twitter para acompanhá-lo :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha gostado do blog =D
      Abs <3

      Excluir

Litera Cult | Blog Literário © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.