Resenha Como Eu Era Antes De Você, Jojo Moyes

Resenha Como eu era antes de você. Jojo Moyes


“Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível.”

Sobre o livro
Como eu era antes de você narra a história de Louisa Clark, uma jovem de 26 anos sem grandes ambições na vida. Ela mora com os pais, namora há sete anos e trabalha em um café, que para ela é o melhor emprego que poderia existir.
Tudo muda em sua vida quando ela é despedida e começa a trabalhar como cuidadora de um tetraplégico, Will Traynor.
Will é um jovem de 35 anos que ficou tetraplégico após um acidente de moto. Antes do acidente ele era muito ativo e amava esportes radicais, após o acidente ele se tornou mal-humorado e ranzinza.
O encontro dessas duas pessoas tão diferentes vai transformar suas vidas e colorir o que antes era preto e branco.

Minhas Impressões
Esse livro foi uma surpresa boa, eu sabia que a história seria trágica, mas apesar das circunstâncias dos protagonistas, ela se mostrou divertida e leve. Eu ri de diversas situações e torci muito pelo casal. Apesar do romance entre os protagonistas existir, o foco da obra não é isso. O romance fica em segundo plano. Isso fez com que eu me encantasse com o livro. A autora soube tratar de um assunto tão delicado com muita sensibilidade e deixou de lado as relações fantasiosas.
Gostei muito da excentricidade da Lou, essa é uma personagem única. Amei acompanhar sua transformação durante a narrativa.
Quanto ao Will, eu esperava uma mudança mais radical em sua maneira de pensar, porém entendo ele. Em sua situação eu provavelmente teria a mesma opinião e sofreria dos mesmos dilemas, ou até pior. Por mais que o pessimismo dele me irritasse, eu gostei dessa característica, pois isso tornou o personagem mais real.
No mais, recomendo a obra para quem gosta de drama com pitadas de romance.

 COMPRE |  ADICONE NO SKOOB

Edição: 8,0 | Narrativa: 6,5 | Desenvolvimento: 7,0 | Trama: 6,5
 NOTA: 7,0/10,0

*****

Ficha técnica
Livro: Como eu era antes de você
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

0 comentários :

Postar um comentário