Melhores e Piores leituras de 2016


Heyyy terráqueos! Demorou, mas saiu o post com as melhores e piores leituras de 2016, vulgo ano mais odiado da história (brincadeira 2016, te curti bastante)
Esse ano foi muito produtivo no quesito leitura, principalmente no primeiro semestre. O segundo semestre foi uma vergonha: flop atrás de flop, massss isso é assunto para outro post.
Fiz um resumão das minhas leituras e selecionei apenas os que deixaram marcas, boas ou ruins. Ruim, ruim, tipo dor de dente só teve um: Graças aos céus!
Bom, sem mais delongas...

Melhor livro | Os Três Mosqueteiros, Alexandre Dumas
Um por todos e todos por um!
Quem não conhece o lema dos três mosqueteiros formado por quatro amigos? Acho que uma grande maioria conhece esses heróis, só que pelo filme e não pelo livro. Amigos, isso é muito triste, pois o livro é INCRÍVEL!!!


"Faça sua ausência ser forte o suficiente para que alguém sinta a sua falta, mas cuide para que essa ausência não se torne longa ao ponto desse alguém descobrir que pode viver sem você."
Esse livro se tornou um dos meus favoritos, além de ser bem escrito é uma ficção histórica e podemos conhecer uma parte da história da França e personagens reais, como: Rei Luís XIII, Ana da Áustria, Richelieu e tantos outros. É claro que o livro é uma ficção e Dumas tinha a liberdade de romantizar os fatos, mesmo assim isso não muda o fato de que se passa em um momento real da história.
Essa foi uma das melhores leituras do ano e só está encabeçando essa categoria, pois reservei outras especiais para os demais livro. Depois de tudo dito, eu nem preciso acrescentar que super indico a leitura!

Melhor Drama | A Resposta, Kathryn Stockett
Eu deixei esse livro na barra lateral do blog durante meses, pois fiquei muito impactada com a leitura. Gente... esse livro é uma leitura OBRIGATÓRIA!
Um bichinho chato pra caralha é abordado nesse livro: O racismo.
Eu, como mulher negra, tenho uma visão holística desse assunto, pois convivo com o racismo no meu dia a dia. Acredito que por causa disso, esse livro foi tão importante para mim. Eu sofri durante a leitura, mas também vi um fio de esperança.
Se você quer conhecer um pouco mais da história, mas não quer ler o livro agora pode assistir a adaptação com a diva da Viola Davi (melhor atriz que você respeita), chamada Histórias Cruzadas.

Melhor Sci-Fi | A vida, o universo e tudo mais, Douglas Adams
nos confins inexplorados da região mais brega da Borda Ocidental da Galáxia em um planetinha verde-azulado absolutamente insignificante eu conheci a série O Mochileiro das Galáxias. E não bastou os dois primeiros livros serem excelentes, o Douglas Adams quis que o terceiro fosse LACRADOR.
Praticamente Inofensiva
Não é segredo para ninguém que a série de cinco do Mochileiro das Galáxias é minha queridinha. Eu amo o humor ácido do Douglas Adams e a forma como ele debocha de todos nós e dele mesmo. Nesse terceiro livro a minha admiração pelo autor cresceu, pois ele criticou a xenofobia, o racismo, a intolerância e todas essas bobagens ridiculamente humanas que somos obrigados a conviver constantemente. Foi como se o Douglas Adams falasse: Sociedade, já deu né? Stop! Ta meio vergonhoso isso aí...
Além disso eu aprendi a técnica de voar na teoria, que nada mais é do que a arte de cair no chão e errar. Simples assim!
Não conhece Douglas Adams? Poxa, resolva logo isso e conheça a escrita do mestre do humor ácido e inteligente!


Melhor livro YA (jovem adulto) | O Herói Perdido, Rick Riordan
Ahhhh... Eu não sabia que seria fisgada por esse livro, pois é, fui! Quero aproveitar e deixar registrado o meu amor pelo Léo e pelo seu dragão metálico ultra temperamental.

"Por dentro, sentia-se como uma máquina destroçada. Como se alguém tivesse removido uma parte importante dele. E nunca mais voltaria a ser o mesmo. Poderia seguir em frente, falar, continuar o seu trabalho. Mas sempre estaria um pouco fora de órbita, nunca estaria bem-calibrado."


Esse é o primeiro livro que leio do autor, é... não li PJO. Quando me propus a ler a obra, imaginei que gostaria do livro, pois amo literatura juvenil,  e aconteceu realmente isso. Eu amei a história contada por Rick Riordan.
A história gira em torno do Jason, Piper e Leo. Os três amigos precisam salvar Hera de sua prisão antes que um mal, muito maior que os Titãs, se erga. Eles enfrentam diversos obstáculos ao longo do caminho e se redescobrem. Apesar de não ter lido PJO, percebi que a série Os heróis do olimpo é uma continuação direta da anterior, o que fez com que eu me arrependesse de ler Os heróis do olimpo antes de Percy Jackson e os olimpianos. Fica a dica para vocês: leiam PJO primeiro.

Melhor Distopia | Battle Royale, Koushun Takami
Quando eu terminei a leitura desse livro eu só pensava uma coisa? Por que cargas d'água eu demorei tanto para ler BR? Não é por acaso que ele está entre as melhores leituras do ano e entra na lista de melhores leituras da vida!
"Não se preocupe com coisas que não dependem de você. Faça o que está ao seu alcance mesmo que as probabilidades de sucesso sejam inferiores a um por cento."
A história é contada na perspectiva de diversos personagens, descrevendo com detalhes os sentimentos e a violência cometida. O autor consegue dar voz aos personagens de forma brilhante, pois conseguimos diferenciá-los em algumas palavras.

Jogos vorazes foi muitas vezes comparado com Battle Royale, mas apenas a premissa é parecida, pois Batlle Royale está longe de ser YA e, apesar do fundo distópico, o foco do livro é a violência. Outra diferença gritante dos dois livros é que enquanto Batlle Royale explora a vivência dos personagens na arena, Jogos Vorazes retrata o todo e por isso não se aprofunda nessa questão.
Eu recomendo esse livro para todo ser bookaholic vivente, pois ele é frenético, cruel e extremamente viciante.


Pior Livro | O Demonologista, Andrew Pyper
Sabe aqueles livros super hypes que fazem parte de um gênero literário que você ama e para completar a suposta perfeição tem uma premissa de tirar o fôlego? Então, esses livros não deveriam DECEPCIONAR!
A história tinha tudo pra ser ótima: professor que manja das coisas do capiroto, filha possuída e levada pelo tinhoso sabe-se lá pra onde, um intelectual possuído morto pelas forças do mal e uma corrida contra o tempo para vencer as trevas.

Mas Francine, Com todos esses aspectos por que o livro é ruim?

O problema, o grande problema desse livro é que ele não tem nexo. O protagonista fica fazendo tour pelos Estados Unidos, num eterno looping com um capetinha maroto fazendo graça. Eu estava ficando cansada disso e esperava com todas as esperanças do meu ser que o desfecho compensasse as incoerências do livro, mas eu me surpreendi: o autor conseguiu terminar de esculhambar a obra com um final péssimo. Eu fiquei tipo: Cuma?
O único personagem que merece destaque é o Inominável, vulgo tinhoso. Aplausos para o personagem mais troll que eu tive o desprazer de conhecer.

Share on Google Plus

Sobre Francine Nunes

Quase química. Amante de livros, séries e filmes. Assim como o Cazuza, meus heróis morreram de overdose. Guerra é paz, liberdade é escravidão, ignorância é força.

15 comentários :

  1. Olá, adorei o seu post, ficou bem esclarecido o porque de cada escolha sua, me interessei muito por "A Resposta" parece um livro e tanto, um beijo ♥

    ResponderExcluir
  2. Oiieee Francine

    Que vontade de ler Battle Royale, já tenho aqui em casa, falta é tempo de conferir. Acho a história muito interessante.

    Beijos

    Alice and the Books

    ResponderExcluir
  3. Olá Francine, tudo bem?

    Eu amo esses posts que fazem uma retrospectiva dos livros, pois é uma oportunidade para saber o que a pessoa andou lendo. Dos livros citados, não li nenhum, mas fui atraída a primeira vista pelo "A Resposta", parece ser uma excelente história, com tudo que é necessário. Quanto ao Demonologista, ouço muitas críticas positivas, outras bem negativas, então é um livro que para mim é uma incógnita e que só saberei quando fizer a leitura!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ótimas referências! Gostei muito da frase que você destacou! "Não se preocupe com coisas que não dependem de você. Faça o que está ao seu alcance mesmo que as probabilidades de sucesso sejam inferiores a um por cento." Amei! Sucesso!

    ResponderExcluir
  5. O maior problema com O Demonologista é que as pessoas estavam esperando um livro de terror sanguinolento ao estilo filme de terror B e o livro tem muito mais sacadas de cunho filosófico que terror em si. Daí talvez por isso não agrade tanto. Acho que você deveria ler PJO, não só para captar melhor a coleção Heróis do Olimpo, como também pra relaxar, é uma das melhores leituras de aventura juvenis/YA que já li.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu li Os três Mosqueteiros há muito tempo e lembro que levei meses pra terminar rs mas amei! Os outros que comentou não li nenhum!
    Mas o Demonologista eu li e te falo que acabei depois fazendo uma releitura de Paraíso Perdido de Milton. Lendo O Demonologista pude entender Milton e vice versa, só o final do livro De Pyper que me deixou a ver navios, tanto que pretendo reler. rs

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei a postagem. A Resposta é um livro e tanto e também acho que é leitura obrigatória rs.
    Estou louca para ler Batle Royale e espero gostar tanto quanto você. É uma pena, entretanto, que O Demonologista não tenha funcionado para você. Eu não tenho muita vontade de ler ele, maaas haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Alguns dos melhores que você apontou eu tenho e não li. Sabe o que significa, que você cutucou a onça com a vara curta e agora eu quero por tudo ler. No caso é Battle Royale e Os Três Mosqueteiros. Como pior livro eu concordo com você, parece que ninguém gostou dele na verdade kkkk
    Adorei as escolhas
    Beijuh

    ResponderExcluir
  9. Oii.
    Eu estou looouco para ler "Os três mosqueteiros", de preferencia na edição da Zahar. rsrs
    fico muito feliz que ele tenha sido o seu melhor livro de 2016, isso me incentivou mais. rsrs
    Bjoo

    ResponderExcluir
  10. Oi!!

    Tudo bem?

    Infelizmente nem posso opinar muito pq os melhores/ piores estão na minha lista e ainda não li. Entretanto, os seus favoritos estão sempre com conceitos positivos então sei que não vou me decepcionar. Por fim, espero que 2017 as leituras sejam maravilhosas, ao ponto de ter dúvidas ao relacionar quais amou mais. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Fiquei triste por O Demonologista ser o pior livro, porque estava interessada em ler e agora desanimei :/
    Sou louca pra ler Battle Royale *---*

    ResponderExcluir
  12. Otima postagem, um tanto duvidoso seu ponto de vista, ao menos em comparacao com o meu pois alguns dos "piores" ficaria entre meus "melhores" , e alguns que opinou como melhores ainda estou lendo, bom ao menos se for analisar o comentario foram bem oque contribuiu para a lista.

    ResponderExcluir
  13. Este post está uma maravilha! Curti do título até a última linha. Alguns títulos eu ainda não conhecia e já vou procurar para saber mais. Parabéns pelo lindo trabalho. =D

    ResponderExcluir
  14. Oi tudo bem?
    Seus melhores livros são todos incríveis e concordo muito com você. Mas ainda não li O Demonologista e confesso que fiquei chocada por você dizer que foi seu pior, sempre li tantos elogios sobre ele! Mas os aspectos negativos que você levantou são mesmo bem complicados e imagino que eu também ficaria bem incomodada.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Olá.
    Eu adorei sua lista. Confesso que estava na dúvida sobre o livro O Demonologista,mas gostei dos pontos abordados por você. Sendo assim,não criarei tantas expectativa.

    beijos!

    ResponderExcluir