Destaques

A Rainha Exilada, Cinda Williams Chima


"Aquela era a questão. No mundo dos sangues azuis, seu inimigo jantava e dançava com você, falava bonito na sua frente enquanto dava a volta para esfaqueá-lo pelas costas."

Sobre o livro
Assombrado pela perda de sua mãe e irmã, a jornada de Han Alister rumo ao sul começa com seus estudos na Academia Mystwerk em Vau de Oden. Mas partir de Fells não significa que o perigo ficou para trás. Han é caçado a cada passo do caminho pelos Bayar, uma poderosa família de magos decidida a reaver o amuleto que Han roubou deles. E a Academia Mystwerk apresenta seus próprios perigos. Lá, Han conhece Corvo, um mago misterioso que concorda em ser seu tutor nas artes negras da feitiçaria – mas a barganha que eles fazem pode levar Han a se arrepender. Ao mesmo tempo, a princesa Raisa ana’Marianna foge de um casamento forçado em Fells, acompanhada de seu amigo Amon e seus cadetes. Agora o lugar mais seguro para Raisa é a Academia Wein, a academia militar de Vau de Oden.

Minhas Impressões
A rainha exilada é o segundo livro da série Os sete reinos, portanto se você ainda não leu o primeiro livro e não quer receber spoilers não leia essa resenha. Sério! Sai daqui rs
Nesse segundo volume a autora se aprofundou em muitos assuntos que não foram abordados no primeiro volume, um dele é a magia. Fiquei encantada com Vau de Oden, uma espécie de cidade universitária da magia. Somos apresentados, também, a novos conflitos e muito mistério. Foi maravilhoso acompanhar o desenvolvimento de Han e os conflitos internos de Dançarino.
Raissa me surpreendeu por sua força, ao contrário do que se esperava de uma princesa, ela sabe sobreviver as dificuldades e não se abate pela falta de luxo. Ela é uma personagem destemida, uma verdadeira rainha.
Os personagens secundários também roubam a cena. Apesar da minha antipatia pelos irmãos Bayer, eles são complexos e possuem uma personalidade intrigante. Não sabemos o que esperar de Micah, no POV da Raissa ele se mostra de uma forma, no POV do Han de outro e o leitor fica intrigado, pelo menos eu fiquei. Por falar em personagens coadjuvantes, como não amar os cadetes de Amon? Os jovens corajosos responsáveis pela proteção da linhagem Lobo Gris são encantadores.
As descrições dos locais continuam maravilhosas, ouso dizer que a autora até se superou nesse quesito.
No geral, A rainha exilada é um livro cheio de mistérios, intrigas, cenas de tirar o fôlego e viciante. Eu li em poucos dias e quando cheguei na última linha sofri por não ter a continuação a disposição naquele exato momento.
Quanto a edição não tenho do que reclamar. A nota só não é 10 porque eu já conheci edições "bafônicas", como as da Ática e Cosac naify. No mais, indico a obra para quem gosta de uma boa fantasia com muita magia e mistério.

Titulo: A rainha exilada | Autora: Cinda Williams Chima | Editora: Suma de letras | Páginas: 456 | Edição: 9,0 | Narrativa: 9,5 | Desenvolvimento: 9,0 | Trama: 9,5

 NOTA: 9,2

Nenhum comentário