Destaques

O Alienista, Machado de Assis


“A loucura, objeto de meus estudos, era até agora uma ilha perdida no oceano da razão, começo a suspeitar que é um continente.”


Sobre o livro

O doutor Simão Bacamarte funda um hospício na pequena cidade de Itaguaí. Mas suas ideias sobre loucura são tão inflexíveis que logo ele interna a cidade inteira. Uma das mais irônicas e sombrias histórias de Machado de Assis ganha adaptação em quadrinhos à altura: com um visual incrível, os desenhos de César Lobo e o roteiro de Luiz Antonio Aguiar apresentam com requinte o universo do mestre da literatura brasileira aos jovens leitores.

Minhas impressões
O alienista é uma obra machadiana, ou seja, um clássico do nosso amado Machado de Assis. A edição que eu li foi em quadrinhos. Não sei quanto ao romance, mas a história em quadrinhos é fluida, envolvente e perturbadora, muitas vezes cômicas. Consegui ler diversas críticas à nossa sociedade, uma delas é a forma como o povo é manipulado para que alguns consigam alcançar suas ambições pessoais. Machado de Assis também faz uma sutil crítica ao favorecimento pelo status social.
Quanto ao protagonista da obra, é um personagem um tanto quanto peculiar. Em sua paranoia em curar a loucura, ele excede os limites do razoável e leva uma cidade interiorana ao caos. Seguindo uma lógica perturbada, o alienista trancafia pessoas que se encaixe em sua teoria de loucura e essa teoria muda conforme suas reflexões, sim, temos o caos.
Machado de Assis conseguiu, mais uma vez, me surpreender. De forma genial ele fez duras críticas à sociedade da época, crítica essa que remete ao nosso tempo atual. O autor passeia pelas consequências dos atos do Alienista, que traz um motivo para que bandeiras sejam levantadas. O povo, então, se torna joguete de pessoas que desejam tudo, menos o desejo do povo.
Terminei a leitura pensando na nossa situação política atual e me questionando se eu, também, não sou um joguete nas mãos de pessoas que levantam uma bandeira em prol de seus próprios benefícios, sob a alegação de ser pelo povo.
Eis meu questionamento e eis minha devoção por mais uma obra machadiana por ter feito com que eu levantasse esses questionamentos.

Titulo: O Alienista | Autor: Machado de Assis | Editora: Ática | Páginas: 72 | Edição: 10,0 | Narrativa: 10,0 | Desenvolvimento: 10,0 | Trama: 10,0

 NOTA: 10,0

Nenhum comentário

Litera Cult | Blog Literário © Copyright 2017. Tecnologia do Blogger.